AllexInCasa: pra quem sempre volta pra casa

Just another WordPress.com site

Chegou a hora dessa gente bronzeada mostrar o seu valor

with 6 comments


Vamos falar de frufrús. Nunca tive lá muita paciência com tricô e crochê, bilús-bilús célebres da casa brasileira. Talvez seja trauma de infância, já que a minha avó era obcecada por isso – na casa da dona Nathália, nenhum objeto, do telefone ao vaso, jamais ousou se debruçar direto sobre um móvel: tudo tinha que ter uma boa “caminha” de tricô na base. Sem falar que, não importasse o quanto o sol ardesse, ela vinha enforcar a gente com cachecol e casaco, coordenados em motivos bizarros, tipo elefantinho, “para o menino não gripar”. Saudades da vovó, que tirando as agulhas, era a melhor do mundo!

Com o apuro natural do tempo, fui sacando a identidade cultural, a poesia por trás do ponto e confesso que, se você fuçar os armários lá de casa, vai encontrar uns paninhos de prato, uns joguinhos americanos (que ainda não tive coragem de usar) e outros babadinhos assim e assado que só sacarei da gaveta quando tiver um retiro nas montanhas.

Espia aí as novidades tramadas pelas artesãs ribeirinhas com direção do Renato Imbroisi, sujeito casca-grossa (no melhor sentido da expressão) quando o assunto é mixar design + artesanato + responsabilidade social. O arteiro carioca é um exemplo de atuação para o desenvolvimento e inclusão social.

Em parceria com o Sebrae, que aposta na capacitação técnica e de gestão para mulheres e jovens de baixa renda, ele arranjou esses porta-guardanapos, porta-copos e enfeites de mesa que estão mudando a história de algumas comunidades satélite do Distrito Federal, convertendo artesanato e cultura brasileira em dinheiro vivo para as famílias.

Chegou a hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor! Depois vou contar aqui uma história linda sobre o bordado boutis que a Clarissa me mostrou. Tem tudo a ver com essa coisa do talento nas regiões carentes x oportunidade.

De quebra, fazendo jus à terminologia francesa dos verbetes tricot & crochet, vai uma versão lux de luxe do assunto, via Trousseau.


Trilha do dia: Brasil Pandeiro, by Novos Baianos. Canção de um tempo em que Baby já era do Brasil (e do Pandeiro), mas assinava “Consuelo” e sacudia os cartórios com o Pepeu e seus rebentos de nomes pitorescos…

Anúncios

Written by AllexInCasa

junho 11, 2008 às 12:40 pm

Publicado em Sem categoria

6 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. sensacional.

    Roberto

    junho 11, 2008 at 1:00 pm

  2. fantastic o Renato Imbroisi !!!

    Franciso

    junho 11, 2008 at 6:42 pm

  3. Olá amore,

    que delícia, tenho que dizer que tbem lembrei das minhas amadas vovós e bizas, tinham um capricho só nas agulhas, qualquer dia vou te mostrar o meu micro vestidinho vermelho que tenho guardado com agulha 000001 (eu acho)….
    Adorei tudo.
    Bjús

    Ana Paula Nogueira

    junho 11, 2008 at 7:32 pm

  4. sou seu fan

    Marlon

    junho 11, 2008 at 9:42 pm

  5. que fofo!!!!!! eu kero!!!!

    Carol

    junho 11, 2008 at 9:42 pm

  6. Eu sou suspeita, pois também gosto bem de um tricozinho (em todos os sentidos…) E se é para divertir e enfeitar, por que não?

    Lara Muniz

    junho 12, 2008 at 12:34 pm


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: