AllexInCasa: pra quem sempre volta pra casa

Just another WordPress.com site

Jogo de cintura

with 8 comments

Tem novidade da Vitra na Micasa (www.micasa.com.br). Criada por ninguém menos que Le Corbusier, a fita Modulor é objeto de desejo entre arquitetos, decoretes e até fashionistas.

E senta que lá vem história: Pesquisada entre 1942 e 1948, a escala original da fita era uma medida lógica que tinha como base as proporções do corpo humano. Le Corbusier juntou essa fórmula à medida que considerava padrão: os princípios da razão áurea (também chamada de “proporção divina”, técnica que Leonardo da Vinci usava para pintar seus quadros) e mais a sequência de Fibonacci (função matemática encontrada em vários elementos da natureza, como no formato das conchas, no tamanho dos rios – dividindo o comprimento sinuoso pelo comprimento em linha reta). É dessa mistureba danada que surge a escala Modulor, que Le Corbusier usava em seus projetinhos.

Complexo? Nem esquenta, pois a quem interessar possa, a fita acompanha um manual prático com tudo explicadinho. E se liga no texto do box, assinado por Monsieur Corbusier em si: “No meu bolso eu tinha uma trena, que guardava numa caixinha de alumínio originalmente usada para filmes Kodak: essa caixa não saiu do meu bolso desde então. É bem comum as pessoas me verem em lugares improváveis tirando a trena para fazer uma verificação”.

Anúncios

Written by AllexInCasa

fevereiro 19, 2009 às 5:02 pm

Publicado em Design

Tagged with , , , , ,

8 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. viva corbu!

    Debora

    fevereiro 20, 2009 at 1:16 am

  2. Le Corbusier foi o maior arquiteto de todos os tempos.

    Antenor

    fevereiro 20, 2009 at 1:53 pm

  3. E será que cabe no nosso bolso?
    Bj querido e bons dias de carnaval.

    Paula

    fevereiro 20, 2009 at 9:14 pm

  4. Allex, cadê voce????? Ultima postagem em 19/02???? Foi para o carnaval e ainda está de folga????
    Estamos sentindo falta!

    Cristina

    março 5, 2009 at 11:02 am

  5. Sempre inspirador… Tudo vira poema com o seu olhar, uma poesia moderna que dá um sabor especial até para objetos…
    Gill

    Gill Dantas

    março 7, 2009 at 9:23 pm

  6. Alex, a Vogue está linda, mas estou saudosa do blog…
    Bjs

    Paula

    março 9, 2009 at 11:50 am

  7. ah, o corbusier é demais…
    fui lá dar uma espiada no site e vi a saarinen de madeira… praticamente uma miragem.. hahaha
    beijos!

    tamara emy

    março 9, 2009 at 6:16 pm

  8. “Plain main j´ai reçu, plain main je donne” (Mão cheia eu recebi, mão cheia dou), escreveu Le Courbusier no seu Poème de l´angle droit (Poema do ângulo reto)
    Este piccolo texto revela o caráter generoso e pedagógico do mestre. Um caráter importante para uma alma criativa.
    è mesmo Allex esqueceu da sua freguesia…..
    Um abraço Estê.

    Estê

    março 12, 2009 at 8:39 pm


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: