AllexInCasa: pra quem sempre volta pra casa

Just another WordPress.com site

Quem não rezou a novena de Dona Canô?

with 7 comments

Estevão Toledo (www.estevaotoledo.com.br) “tem a manha”, como diz a petizada. Seu mais novo filhote atende pelo nome de Mainha, e tem tudo para fazer e acontecer no décor: seja em par combinando com um sofazão; num cantinho de leitura; pra se jogar numa sessão cine privê ou numa jam de PlayStation (como seria o caso, lá em casa).

O shape não tem nenhuma frescura. A originalidade está na poesia do conceito e sutileza dos detalhes – para mim, essa é a graça do bom design, que não inventa muita moda e foca no aperfeiçoamento da dobradinha mais elementar: forma & função. Com estrutura de madeira de demolição, “ou seja, uma madeira que tem história, que não deforma com as intempéries do clima, que já passou pela prova do tempo, e que atende ao apelo do ecologicamente correto”, como ele diz, a poltrona tem encosto envelopado na estrutura de madeira, para dar mais firmeza. Juntos, encosto e braços formam um corpo só, compondo uma espécie “U”, remetendo levemente à forma do colo. Assim, com o sentar, a gente ganha uma sensação de abraço.

O nome vem do jeito carinhoso e delicioso com que os baianos estão acostumados a chamar suas mães. É um convite a descansar nos braços de ‘Mainha’. Acho que Caetano diria assim à Dona Canô. A peça é resultado da reflexão do que chamo de ‘conforto essencial’, do colo materno…” , explica o designer.

Não sei se a conexão vai fazer algum sentido pra você, mas esse papo todo me fez lembrar Reconvexo, do Caetano, escrita sob medida para a mana Bethânia e suas raízes em Santo Amaro da Purificação – e que, particularmente, considero uma de suas performances mais arrebatadoras:

Aliás, já contei aqui que morro de amores pela Bethânia, né? A quem interessar possa, só para efeitos de curiosidade, aproveito para colar uma das entrevistas que fiz com ela, há uns 5 anos. Aquele abraço! (meu e da poltrona do Estê).

Anúncios

Written by AllexInCasa

março 19, 2009 às 12:29 pm

7 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Oi Allex, bacana a matéria com a MARAVILHOSA Bethania…PARABÉNS.
    Bjo,
    Mariana

    Mariana

    março 19, 2009 at 12:43 pm

  2. Allex,
    que máximo fazer uma entrevista com a Maria Bethania!!! a matéria está linda, ainda por cima por estabelecer um link com o maravilhoso Trabalho dela.
    Assim como ela, tenho muito orgulho da nossa cultura, da nossa gente e não só em tempos de copa do mundo. Talvez seja este mesmo o ponto de intersecção.
    Muito obrigado Estê.

    Estê

    março 20, 2009 at 12:11 pm

  3. Excelente matéria, linda poltrona! Parabéns ao Allex e ao grande Estevão! Quero jogar video game nesta poltrona tambem!!! Abração

    Paulo Pacheco

    março 23, 2009 at 4:26 pm

  4. sou fa numero 1da maria bethania desdeque eu tinha 8anos tenho o grande previlégio deconhece-la e sou amiga da familia aamo muito,muito,muito.Fico encantada com tudo o que vejo leio sobre a deuza que esqueço de tudo .A gaúcha de Porto Alegre Rio Grande do Sul

    vera lúcia carvalho

    abril 7, 2009 at 10:55 am

  5. Grande voz do povo brasileiro!

    Maria Bethânia é, em minha opinião, a mais expressiva artista da música contemporânia do país. Ainda.

    san filho

    abril 8, 2009 at 10:39 am

  6. Nunca havia parado para ler seu blog. Hoje, domingo, num momento de serenidade ao som de bethania me deparo a um texto leve e descontraído, cheio de informações que talvez passaria anos sem sonhar sobre a existencia delas. Até que vejo uma incrível intertextualidade embalados ao som de quem é, para mim, poetisa nata, interprete incomparável, rainha, maravilhosa e companhia inseparável da faxina. Claro, com muito respeito. Adorei seus textos e me surpreendi com a sutileza com que você desenha seus posts. Quero ser como vc quando crescer!! beijão! Saudades!

    Leandro

    junho 28, 2009 at 3:31 pm

  7. Alex…
    Muito boa a abordagem e o link que vc conseguiu colar aí. A Bethania é maravilhosa. Estou me apaixonando mais e mais ao desvendar sempre um pouquinho avante as suas opniões e seu legado artístico.
    Porém, acerca de “reconvexo”, sabe dizer quais inspirações Caetano teve para compô-la? Qual a conjuntura que o levou a criar essa joia musical tão bem interpretada pela Abelha Rainha???
    aguardo respostas… Vamos pesquisar.
    Abraços.

    Brunno Corrêa.

    setembro 7, 2009 at 2:00 am


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: