AllexInCasa: pra quem sempre volta pra casa

Just another WordPress.com site

Cada um no seu quadrado

with 8 comments

Como blogueiro pseudo-vanguardista que sou, vivo bradando odes aos polímeros, resinas, metais, vítreos e afins. Mas, no final das contas, minha matéria-prima predileta continua sendo ela: sua majestade, a madeira.

Passei o fim de semana com uma turminha fantástica em Campos de Jordão (Sérgio, Marcelo, Johnny, Ricardo, André, mais os mascotes Kim & Kenzo) e quase tive uma síncope a cada nó de pinho atirado à lareira – por pouco não trouxe alguns fragmentos comigo, inclusive. Gosto dos desenhos que o tempo se encarrega de esculpir nos troncos, dos veios e relevos naturais cavados aqui e ali. E quem não gosta? Já reparou como é bacana usar restos de toco na decoração? Taí uma estética em que nossas avós já apostavam e que continua super up to date

Quase tive uma síncope a cada nó de pinho atirado à lareira. Madeira queimada só é legal no trabalho incrível de artistas como Frans Krajcberg / foto: acervo pessoal

Enquanto os meninos derretiam seus marshmallows no espeto, entre um causo e outro do além-túmulo, me senti absolutamente acolhido pela madeira – a que crepitava no fogo e a que vestia a casa, correndo em tábuas semirrústicas no chão e subindo pela escadaria tipo esqueleto, deixando um cheiro de aconchego provençal no ar, no compasso dos móveis e objetos – tudo era madeira no pied-a-terre de look neocolonial escandinavo (Sergio, o anfitrião, também é maluco por ela. Tanto ao ponto de querer plantar uma parede inteira de peroba no seu apartamento, aqui em Sampa).

A mesa Quadri, do designer Zanine de Zanine, disponível na Dpot / foto: Divulgação

Nos embalos do finde, escolhi abrir a semana com um post sobre um “marceneiro” da nova geração que eu adoro: Zanine de Zanine. Seguindo os passos do pai (o grande Zanine Caldas, como já contei aqui ), o designer aposta todas as fichas no material, com a intuição do próprio DNA, inspiração in e um olhar sempre apurado. Um dos seus últimos lançamentos, a mesa Quadri (foto acima), combina quatro lâminas de madeira em efeito contemporâneo. Tá à venda na Dpot (www.dpot.com.br).

Para completar o lado lúdico do post, a dupla Kim & Kenzo, orientalíssimos e estilosos como os seus respectivos nomes. E finos como o seu dono. Veja:

A dupla de chow-chows Kenzo (esq.) e Kim, que ajudaram a esquentar o finde gelado em Campos do Jordão / foto: acervo pessoal

Anúncios

Written by AllexInCasa

maio 4, 2009 às 6:14 pm

8 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Genial a conexão do leisure com o décor, o trabalho do Zanine, os chow-chows… tudo inesquecível!

    Andre

    maio 4, 2009 at 6:20 pm

  2. vontade de ir para Campos

    Antenor

    maio 4, 2009 at 6:27 pm

  3. Para aqueles que já tiveram a sensibilidade de dar uma paradinha antes de jogar ao fogo e observar a rara beleza de um nó de pinho, diga se de passagem que cada um vem com uma forma e beleza muito particular. o nó de pinho é uma raíz ou rádica como estamos acostumados a ouvir na decoração, cheio de óleo por isso é um fator importante na alimentação de uma lareira bem quentinha. É muito difícil de ser trabalhado na marcenaria pois é uma parte da arvoré muuuuito dura. Conheci um cara chamado Pedro Petry que encarou de forma brilhante criar peças no torno(de madeira) com o nó de pinho, com quem tive o prazer de aprender esta arte, é um verdadeiro gênio na arte do torno.
    Para quem quiser saber mais http://www.pedopetry.com.br
    um beijo Estê.

    Estê

    maio 5, 2009 at 10:02 am

  4. Final de semana foi incrível !! E calma, antes de ter uma sincope saiba que toda essa lenha vem de florestas politicamente corretas e usam Briquete lenha ecológica para secadores, lareiras. lembrando que o nó de pinho também vem de florestas artificiais.

    Marcelo Martiniano

    maio 5, 2009 at 10:32 am

  5. Isso aí, Estê. Tenho um bowl “costurado” do Petry que não vendo, não troco e não dou pra ninguém. Adoro o trabalho dele… Aliás, prometo um post com novidades do cara para muito breve.

    Abraços,

    Allex Colontonio

    maio 5, 2009 at 10:51 am

  6. Pessoas incríveis e um lugar encantador como Campos, só podem resultar em um fim de semana como este, MARAVILHOSO. Amo vocês!

    Johnny

    maio 5, 2009 at 5:17 pm

  7. posso levar para minha casa a duplinha ???? que fofoooooooos

    tissy

    maio 8, 2009 at 11:36 am

  8. Corrigindo, nem tinha notado que escrevi mal, site do Pedro Petry http://www.pedropetry.com.br
    Beijo Estê.

    Estê

    maio 9, 2009 at 5:15 pm


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: