AllexInCasa: pra quem sempre volta pra casa

Just another WordPress.com site

Alguma coisa acontece

with 2 comments

Sampa não tem praia, não tem montanha, é cinzenta e entulhada, sufocada pelo concreto, mas a gente não larga ela de jeito nenhum. Pródiga em aglutinar gente bacana, antenada e guerreira, a megalópole mixa sotaques estéticos e culturais que não estão no mapa. No recheio dos edifícios que tentam arranhar os céus da urbe, ou em oásis debruçados sobre o perímetro horizontal, um mosaico de tocas cheias de personalidade dão conta do jeito plural de ser e viver do paulistano – ou dos imigrantes que adotaram essas bandas como sua terrinha.

De olho nesse raio-x que não poupa os paredões de cimento, a editora Metalivros (www.metalivros.com.br) lança “Casas de São Paulo“, book bacanérrimo que registra 46 residências de estilos antagônicos. Com cliques impecáveis do Tuca Reinés e textos saborosos de Maria Ignez Barbosa, a obra estampa, em 240 páginas, fragmentos de décor e arquitetura que revelam, além da personalidade dos seus donos, um tanto da sofisticação do principal estado do País. O projeto vem sendo pensado há quase 20 anos pelo editor Ronaldo Graça Couto, e as casas foram editadas sequencialmente em três categorias: urbanas, campestres e praianas, conduzindo o leitor a uma viagem pela intimidade residencial de personalidades proeminentes na comunidade paulista.


No sentido horário, partindo da primeira imagem no canto superior esquerdo, as casas de: Gloria Kalil, Neco Stickel, Arthur Casas e Joyce Pascowitch

Minha amada e idolatrada big boss Clarissa Schneider (diretora da Casa Vogue e maior autoridade em chiqueria que eu conheço), assina o prefácio e abre as portas do seu apê para o livro – uma lição despretensiosa de estilo, como ela o é. Quase todas as residências reveladas em Casas de São Paulo são de pessoas conhecidas na mídia, porém, algumas vezes, pouco conhecidas na intimidade. Gloria Kalil, Charlô Whately, William Maluf, Attilio Baschera e Gregório Kramer, Waldick Jatobá, Joyce Pascowitch, Hector Babenco, Sig Bergamin e Houssein Jarouche integram o time. Confira!


No sentido horário, partindo da primeira imagem do canto superior esquerdo, as casas de: João Armentano, William Maluf, Maria Ignez Barbosa, Sig Bergamin, Luisa Strina e Tuca Reinés

Anúncios

Written by AllexInCasa

maio 26, 2009 às 7:36 pm

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Que legal conhecer a casa de pessoas que são referência de estilo… Dá pra reconhecer um pouquinho de cada um deles nos ambientes. Na próxima edição a gente podia ver a sua, né, Allex?
    Beijo!

    Lara Muniz

    maio 28, 2009 at 11:24 am

  2. FANTÁSTICO !!! SEM PALAVRAS………… RSRRRS.
    EXCELENTE BOM GOSTO. BEIJOCA

    MARINEI

    junho 2, 2009 at 7:59 pm


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: