AllexInCasa: pra quem sempre volta pra casa

Just another WordPress.com site

O cio da terra

with 3 comments

Outro dia alguém me perguntou quais eram as lojas mais chiques da decoração em São Paulo. Fiz cara de paisagem e respondi com um enigma irritante, mas procedente: “depende daquilo que for chic pra você”. Volto a bater na tecla: chiqueria, muitas vezes, é tão relativa quanto gosto. Mas existem certos endereços que são mais finos do que a vã subjetividade pode supor – e alcançam o status de objetos de desejo justamente por conta disso. É o caso do Empório Beraldin (www.emporioberaldin.com.br), tocado pelos simpáticos Zeco e Valéria. Das coleções com pele de rã (versão brasuca do luxuoso – e nada ecológico – galouchat de arraia) aos bordados regionais, passando pelos mais lindos tecidos pintados à mão e pelos pastilhados de côco, osso e chifre, tudo ali salta aos olhos, convida ao toque, é belo e elegante.

A novidade da estação, batizada de Superfícies, traz móveis, revestimentos, tapetes e acessórios em cartela de cores de tons terrosos, marrons e beges, presentes no solo brasileiro, e diversas matizes de cinza inspiradas em minerais como basalto e ferro. O preto e o branco também entram na jogada, representando características da nossa arquitetura modernista. Por exemplo: interpretados pela artista plástica e designer Bia Martinez, veludos-jacquard fabricados na Bélgica, assim como tecidos de puro linho bordados à mão na Índia, reproduzem os desenhos das calçadas de pedras portuguesas projetadas por Burle Marx, no Rio.

Os calçadões de Ipanema formam desenhos coordenados com tecidos duplos de mesclas de linho e algodão, enquanto os calçadões do Leblon e Copacabana ganham proporções tri-dimensionais nas cortinas vazadas feitas de cordões macramés. Niemeyer é homenageado com desenhos gráficos e geométricos, como riscas de giz e linhas descontínuas, produzidas em algodão e linho. Lindo, lindo.

Anúncios

Written by AllexInCasa

junho 3, 2009 às 7:34 pm

3 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Adorei sua reflexão sobre o “chique”. Eu tenho isso um pouco com “clean”: nunca sei direito o que a pessoa quer dizer, então sempre tento obter mais informações, e já concluí que pode ser:
    – ambiente claro, referindo-se à luz, mesmo;
    – ambiente minimalista;
    – ambiente com pouca informação visual – vazio mesmo;
    – ambiente com mobiliário contemporâneo, de linhas mais retas.
    Rs… junto com essas categorias, aparecem vários outros “cleans”, então eu sempre dou a maior atenção à informação que vem depois. Essa, sim, é fundamental!!!!

    Renata Malachias

    junho 3, 2009 at 9:21 pm

  2. Ser chique é viver em paz. Ter alegria e dormir a noite. E saber onde vai passar a eternidade;

    eliana

    junho 5, 2009 at 6:19 pm

  3. pena que tudo lá seja tão caro

    Gisela Vargas

    junho 17, 2009 at 3:52 pm


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: